Monday, October 08, 2007

Aqui vai Ramo!!!

Na sexta-feira passada fui a um casamento.
O casamento foi bastante agradável, quer aquando da missa, quer durante a boda.
Claro que eu sou suspeita, pois adoro festas. Qualquer pretexto para vestir os meus lindos conjuntinhos de saia e corpete, usar uma maquilhagem mais arrojada e acessórios a condizer, gosto logo à partida.
Mas, por acaso, este casamento foi fabuloso!! Quanto mais não seja pela inexistência de música brasileira. É que não sei qual é a tendência generalizada de transformar qualquer casamento num autêntico carnaval ou passagem de ano.
Mas por caso a noiva tinha feito um pacto comigo, ambas concordámos que no nosso casamento não haveria música brasileira, mas sim os grandes hits dos anos 70 e 80 e alguma coisinha de início de anos 90.
Ah! Soube bem dançar..... comer também...mas dançar..... ai ai....

Mas o melhor ainda estava para chegar.

No momento de atirar o ramo aos solteiros, eu lá me posicionei estrategicamente num cantinho, longe das outras mulheres. Isto porque já observei coisas terríveis, desde pessoas a atirarem-se literalmente para o chão, de forma a apanhar o ramo; desde porrada entre as pessoas que apanham o ramo simultaneamente; já para não falar nas cenas que passam naqueles programas de vídeos amadores, onde se pode observar tudo o que as pessoas fazem só para apanhar o ramo da noiva.
Assim sendo, em todos os casamentos que vou, adopto a minha estratégia militar de "sobrevivência a arranhões, puxões de cabelo e zaragatas", portanto, normalmente, posiciono-me ao lado da grande confusão, em vez de no meio da grande confusão. Posto isto, pode imaginar-se que nunca apanhei o ramo, pois fico sempre afastada da multidão.

Mas neste casamento foi diferente! Neste casamento eu apanhei o ramo!!!! É verdade!!! Não sei como foi possível... ou a noiva viu-me e fez de propósito para me calhar o ramo, ou então ela tem um fraco sentido de orientação. Eu estava afastada, como sempre, da grande multidão que gritava pelo ramo, estava mais à frente e do lado esquerdo. Ora, a noiva nunca atiraria para o lado esquero- pensava eu - vai sim atirar para a frente e com bastante força, por isso vai passar a voar por mim. .
Não sei se foi o destino a querer comunicar-me algo, mas ela atira o ramo todo desgovernado pelo ar e acerta em cheio no meio das minhas mãos. É verdade!! Nem um passo à frente, nem um passo atrás... e eu ainda pensei - agarro ou não???!! - Mas lá tive de agarrar, pois aquilo caiu-me mesmo nas mãos.

Agora estou a ver a minha vida social a decrescer. Quem quer sair com a menina que apanha o ramo da noiva? Ninguém!! Isto é pior que algo contagioso, ninguém quer dar-se comigo, com receio que eu leve para o altar. Estou arruinada.

Moral da história:
Já não se pode ir descansadinho a casamentos, que corre-se o risco de levar com o ramo mesmo em cima da pinha.


PS- Ainda devo acrescentar que vi a noiva antes do casamento no sítio da maquilhagem, ambas ficámos bastante surpreendias com a coincidência. O que no fundo já era um aviso de quem iria ficar com o ramo da noiva. Não deixou de ser curioso...

11 comments:

avelaneiraflorida said...

Blondie!!!!

Agora imitas a carochinha....pões o teu melhor ar e de raminho à janela...ficas à "caça" do melhor João Ratão!!!!

ehehehehheh
BJKS

Anonymous said...

Obrigado pela parte que me toca...

black cat said...

Lourinha, que coincidência... No sábado fui a um casamento e -para variar! - também foi um casamento bastante agradável! :-)

Ao contrário de ti, já não gosto de grandes festas e muito menos de bodas e afins, mas a este casamento tinha mesmo que ir, afinal era a Madrinha do Noivo!

Em relação ao ramo da noiva, fujo dele como o diabo da cruz! Mas neste casamento a noiva teve uma atitude porreira: antes de chamar as meninas casadoiras, avisou-me, o que me deu tempo de escapar para o jardim sob pretexto de fumar um cigarro! Sim, não vá o diabo fazer das dele, e o ramo ainda me calha e eu estou lixada! :-)

PS: I'm back! :-)

Lobka said...

Parabéns!!
Agora só falta marcares a data lol!

Por acaso a mim calhava-me muitas vezes o ramo porque como era das mais altas no molho das mulheres aquela coisa vinha sempre na minha direcção... devia ser atração... não sei!

Sabes, também gosto de festas, o meu principal problema são os sapatos confortáveis e bonitos... parece que estes dois não andam juntos :(

elisa allen said...

HA!parece que finalmente vou ter um casamento!!!!!
Beijinhos

patricia-g said...

Será que ouço os sinos da igreja?
Beijocas :)***

Olavo said...

Giro é pensar no momento, naqueles segundos que antecederam o inevitavel, o ramo no ar, com as suas delicadas flores, em voltas e voltas, cada vez mais perto, as tuas pupilas a ficarem dilatadas, o cheiro das flores a ser cada vez mais presente e...e...zás...o inevitavel ramo nas tuas mãos, e certamente um sorriso...que pode ter ficado amarelo, ;-).
Se quiseres a morada para o convite, eu mando por mail :-)...

Blondie said...

Avelaneira,
por acaso nunca gostei muito da história da Carochinha, sempre me pareceu muito "sem sal" :-D
Beijocas

Anonymnous,
qual parte? :p

Gatinha,
é mesmo uma grande coincidência. O casamento a que foi só poderia ser no dia 5, pois ambos são professores de história :-D

Bem, a "tua noiva" foi muito mais simpática, já a "minha" chamou-nos a todas pelo nome no microfone.... não conseguimos escapar :(
É que eu detesto estar ali juntamente com aquelas mulheres todas para apanhar o ramo. Já estou como a Avelaneira, aquelas Carochinhas todas a verse desencalham :-D
Beijocas

Lobka,
ahahah então calhava-te sempre!! Não tinhas escapatória :-D
Quanto aos sapatos, tens toda a razão. Eu por acaso levei uns que já tinha comprado há uns tempinhos, mas usei poucas vezes, serviu para agora.
Beijocas

Elisa,
eu só apanhei o ramo... :-P
Beijocas

Patricia,
para já não ouço nada... mas também moro longe da igreja :-P
Beijocas

Olavo,
que máximo o teu comentário...olha que foi mais ou menos isso...eheh
Até parece que aqueles momentos se passaram em câmera lenta.
Qaunto ao convite, por mail?! Não deixa de ser original e inesperado :-D
beijocas

David said...

Quanto pagaste para corromper a noiva, hein?

Blondie said...

David,
humm..... pronto, tenho de admitir, paguei-lhe a maquilhagem quando nos cruzámos de manhã
eheehheeh

Bad Girl said...

Não te preocupes com isso. O ramo que voou três vezes em direcção a mim não surtiu efeito. Continuo solteirissima!