Monday, July 21, 2008

Closer

Este filme tem a capacidade de ser extremamente significativo de todas as vezes que o vejo.
As relações amorosas e humanas tecem-se de uma enorme complexidade. Nem sempre escolhemos o mais lógico, nem o mais línear, nem o mais fácil; optamos e desafiamos a "normalidade".

6 comments:

Mlee said...

Adoro o filme. É dos tais que tenho em DVD para rever sempre que posso.
É engraçado, a propósito de circunstâncias distintas estamos, no mesmo dia, a falar dessa questão da "normalidade".
Beijinhos.

GATA said...

Eu fui ver o filme ao cinema por causa do Clive Owen...cof...cof...cof... :-) O filme é deveras interessante, mas o Jude Law estraga um bocado a coisa (não o acho giro nem sequer bom actor! sorry...)

Blondie said...

Mlee,
eu também tenho o DVD do filme e, volta e meia, gosto de o rever.
Estamos em sintonia, já estou a ver, mais do que uma vez.:-D
Beijocas

Gatinha,
ai nem digas nada. O Clive Owen é um autêntico gato :)
Também não aprecio muito o Jude Law, nem como suposta "beleza", nem como actor. Quando ia a castings era frequente ser confundido com uma mulher, por causa das sua feiçoes, ainda por cima na altura usava cabelo comprido.
Acho que só gostei de o ver em Alfie, mas se calhar o mérito não foi dele :)
Beijocas

Vertigo said...

Desculpem vou ter de discordar..Clive Owen muito interessante,está muto bem mas Jude Law p.f. o homem é qq coisa...tem uma cara fantástica..e não deixa a desejar como actor, acho que tem estado bem, não podemos assumir que só pq até é giro não possa ter talento...mas claro q ajuda ;)
o filme é muito bom

Gosto da parte em q o clive owen pergunta: How does his **** taste like?
e ela responde: Like yours! But swweter!

Vertigo said...

errata: * sweeter

Blondie said...

Pronto menina Vertigo, ninguém é perfeito :-D ehehe
Também gosto muito desse momento, desse diálogo, aquela curiosidade masoquista, mas ao mesmo tempo tão necessária...