Thursday, June 26, 2008

Vegetal?!

Noto que há pessoas que parece que o tempo não passa por elas.
Não estou a falar fisicamente, mas psicologicamente, mentalmente.
Este facto entristece-me, porque, de facto, é mesmo triste (passo a redundância) ver determinadas pessoas com o mesmo tipo de comentários, atitudes, opiniões que há meia dúzia de anos atrás.
Eu considero que a nossa vida só tem sentido se formos crescendo interiormente e aprendendo com as nossas vivências, experiências e na interacção com os outros. Daí termos determinadas atitudes e comportamentos que, por exemplo, há uma década atrás era-nos impensável ter ou, pelo contrário, evitar outros comportamentos que outrora foram frequentes, mas agora não fazem qualquer sentido.
Sinceramente custa-me, cada vez mais, conviver com esse tipo de pessoas, que teimam em não evoluir.
Uma vez, em conversa, denominei estas pessoas de "vegetais". Da mesma maneira que um vegetal está preso à terra pela sua raíz, estas pessoas estão como que presas a um estado básico da vida.

2 comments:

Emília said...

A ideia é muito boa! Andam por aí muitos vegetais, sem dúvida.

Blondie said...

E tão presinhos que estão à terra...coitadinhos... :-D