Wednesday, March 14, 2007

Forma vs Conteúdo

Será que pode existir um equilíbrio saudável entre a forma e o conteúdo?

Há quem defenda que quem perde muito tempo a cuidar da forma, vai relegando o conteúdo para segundo plano, acabando este vítima de esquecimento.


Na minha opinião:
ambos são capazes coexistir em harmonia
um interessante e sólido conteúdo certamente gostará de habitar numa bonita e elegante forma
quem se preocupa com a forma pode igualmente preocupar-se com o conteúdo

12 comments:

psique said...

Pois, a forma... Podia ser melhor, por isso gosto de pensar que o conteúdo é acima da média (convencida? Não, realista :P)

Lobka said...

Ora, tal como a forma pode ser interessante para uns e não para outros também o conteúdo funciona assim... por isso a minha maxima é: "Sê que és, vive intensamente, aproveita a vida na sua plenitude, torna-te a pessoa com quem queres partilhar as melhores conversas e naquela que gostas de olhar ao espelho, porque tu és quem mais vai ter que levar contigo!" É o que digo a mim mesma numa das minhas conversas ao espelho! Eheh
Jokinhas

nemadz said...

E que tal uma forma menos rosinha para este blog? (depois logo se trata do conteúdo)

avelaneiraflorida said...

pois...só que algumas formas acabam por "transbordar" dos conteúdos!!!!!!!

eumesma said...

Pois, infelizmente não me parece que exista (embora devesse sempre ter existido) um equlibrio saudável entre forma e conteudo...
Dá-se muito mais destaque á forma e relega-se quase sempre o conteudo para segundo plano, o que é de lamentar, na minha opinião.
Eu pessoalemnte dou com certez mais valor ao conteudo, mas eu sou apenas mais uma mortal ke por aí anda...:-))

Bjs

Kitty said...

Eu penso que pode haver um equilíbrio saudável entre a forma e o conteúdo! Basta olhar para nós dear Blondie e ver como isso é possível!! muahahahahha

Maríita said...

O famoso corpo são, mente sã, e vice-versa.

Beijocas

T-2 said...

normalmente quem aprecia e preocupa-se com o conteúdo, tem mais que enfocar na forma.
Creio que o mesmo se passa no sentido inverso!
Acho também que excessiva preocupação em ambos os "campos" leva a miséria...

Cordonbleu said...

Não penso que o problema seja a preocupação com a "forma" mas sim as razões e os padrões para se atingir a mesma.
E tenho dito!

Bem Visto said...

Depende daquilo de que se estiver a falar..;)

Blondie said...

Psique,
naaa, nada convencida, todos nós devemos ter bem a percepção dos nossos valores ;)

Lobkazita,
concordo com a tua máxima! Acima de tudo acho que devemos ser nós próprios, nada de imitações. E aproveitar tudo o que a vida nos dá.

Nemadz,
deixemos ficar o rosinha que está muito bom! O conteúdo, neste momentto de tanto trabalho, é o que se pode arranjar:p

Avelaneiraflorida,
eheheheh
sim, pode suceder isso mesmo. Há que dosear muito bem as duas partes.

Eu mesma,
também começo a pensar assim. Tem-se dado muito mais importância à forma em detrimento do conteúdo. O que também discordo completamente. Acho que devemos valer por aquilo que somos e não pelo que aparentamos ser.

Dear Kitty,
nós somos de facto um exemplo desse esquilíbrio eheheheh :-D

Maríita,
ora nem mais!! Eu acredito bastante nessa máxima.

T2,
claro! Os extremos são sempre complicados. Como se costuma dizer "no meio é que está a virtude".

CordonBleu,
sim, é outro ponto de vista que também concordo!

Bem Visto,
então explique-se lá... :-D

Beijocas a todos e acho que já posso dizer... bom fim de semana!!

Joana said...

Concordo 100% contigo, o ideal é o equilibrio de tudo...de que vale uma embalagem bonita se o que está lá dentro não serve para nada, mas também dá mais gozo abrir uma embalagem bonita para ver o que está lá dentro!
Tudo no seu melhor só dá auto-estima e bem estar! :)
Bjinhos