Saturday, October 21, 2006

No jardim da Amizade


Duas flores conheceram-se num jardim que mais parecia uma praça de touros.
Eram tempos difíceis, complicados, o cenário era hóstil e doloroso. Mas as duas florzinhas foram fortalecendo a sua amizade, embora possuíssem feitios e personalidades completamente distintas. Talvez por isso ambas se complementassem tanto.
Passados uns anitos, as duas florzinhas separaram-se, pois aquele jardim, onde estavam, fora apenas um palco transitório, uma fase na vida delas. No entanto, nunca perderam o contacto uma da outra. Elas foram-se falando por alturas de Natal, através das suas folhas-móveis. Mas aquele contacto sabia a pouco, a força das circuntâncias estava a dificultar a comunicação e a murchar amizade das duas florzinhas.
Contudo, num dia de Verão, as duas florzinhas voltaram a juntar-se! Quis a modernidade tecnológica e os novos meios de comunicação que tal contacto se proporcionasse.

De súbito as afinidades regressaram, assim como a cumplicidade. Apesar de tanto tempo separadas, as florzinhas, rapidamente fortaleceram os seus laços de amizade e as suas raízes estão mais fortes que nunca!

O girassol agradece a AMIZADE, a dedicação, a sinceridade, o altruísmo e a forte personalidade da margarida (entre outros valores tão importantes a ambas). A margarida é uma mais-valia importantíssima na vida do girassol. A margarida é uma flor linda!!

8 comments:

mfc said...

Gostei da metáfora e gostei do desenlace.
Um beijo.

Blondie said...

Também gostei do desenlace, pois dá origem a um novo começo;)
Beijinhos

Margarida said...

Adoro-te. Não pelo que disseste mas por seres o tipo de pessoa que o diz.
E viva os reencontros!
Beijitos

Blondie said...

Viva :D
Beijitos

Emilia said...

Que história linda, contada em metáfora. Só mesmo o talento da nossa Loirinha :)
Que bons são os reencontros! Ás vezes, quando me acontecem, tenho a impressão que o tempo que ficou pelo meio não passou e, afinal, não houve interrupção.
Bjinhos.

Blondie said...

Querida Emília:
Que saudades!!!
Tem razão! Mesmo passado tanto tempo, parece que nada mudou, os sentimntos de amizade permanecem, nada ficou afectado pelo tempo. Que sentimento reconfortante:)
Beijinhos

fada*do*lar said...

Oh, que lindo!
Também conheço uma estória parecida.
Um girassol e uma papoila.
Mas andamos tão distantes :-(
E podiamos ter um jardim tão bonito...
Ai-ai-ai-ai-ai...

Blondie said...

Fada*do*Lar:
Está na hora das duas florzitas se reunirem... ;)
Beijitos